ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

HOMENAGEM A MILTON NUNES LOUREIRO

MINHA HOMENAGEM A MILTON NUNES LOUREIRO
09 de junho de1923 - 31 de janeiro de 2011



Falecimento de Milton Nunes Loureiro, presidente da Seção da UBT Niterói-RJ e da UBT do Estado do RJ



Perdemos um dos maiores baluartes do movimento trovadoresco do Brasil. Milton Nunes Loureiro é o símbolo dos trovadores do Estado do Rio de Janeiro. Deixa uma marca histórica, um trabalho brilhante em favor da cultura nacional. Um exemplo de brasileiro, de cidadão, um amigo, um incansável lutador.Todos nós da Delegacia da UBT de São Francisco de Itabapoana-RJ estamos de luto. A perda é sentida e irreparável!

As suas Trovas, a sua Poesia de rara beleza e inspiração estarão sempre na nossa lembrança; e o seu nome estará imortalizado nos anais da União Brasileira de Trovadores e nas várias instituições literárias queparticipava.

Algumas das centenas de Trovas de sua autoria:

Imagens difusas... Sonho

irrealizado, sofrido,

que eu componho e recomponho

na dor de te haver perdido...


Se o perfume é o pensamento

da flor, que bela se espalma,

a mulher, sublime alento,

é sempre perfume da alma.


Senhor, escuta os cicios

dos excluídos, sem teto...

Troca seus ninhos vazios

por ninhos cheios de afeto!


Tropeçando na soleira

da incerteza que me trazes,

vivo perto da fronteira

dos que só vivem de “quases”...


Eu não sei, meu Deus, por que,

tendo a vida em desalinho,

encontro sempre você

ao longo do meu caminho.


Neste mundo passageiro,

a vida, que vai fluindo,

é um intervalo ligeiro,

dos silêncios dividindo...


O poeta, em sua lida,

ainda que o mundo o afronte,

tem sempre um sopro de vida

que o leva além do horizonte.

ÊSTASE

Clique sobre a imagem!...

REMINISCÊNCIAS

Clique sobre a imagem!...

Clique sobre a imagem!...

LABAREDAS


Clique sobre a imagem!...

NÃO DESISTO

Clique sobre a imagem!...

PEDRAS


PEDRAS

Pedras!...

Por que vieram,

de onde partiram,

surgindo de repente

entupindo o meu caminho,

rompendo minha passagem,

cruzando o meu destino,

destruindo meus sonhos?

Vejam o que fizeram

com sua força

e brutalidade...

Monstruosa decisão!

Deixaram o alto da serra

onde reinavam galhardamente

arrastando sem compaixão

o que tinha a sua frente...

esmagando a relva, a vida

promovendo a destruição...

numa briga desprovida

para invadir o meu chão!

Roberto Pinheiro Acruche

PRECISO OUVIR


PRECISO OUVIR

Em todos os meus sonhos

Você permanece!

Você habita constantemente

os meus pensamentos, as

minhas imaginações!...

Você é a razão dos meus desejos,

a inspiração de minh´alma,

o alvorecer mais belo,

o jardim mais florido,

o aroma mais delicado!...

Você é ternura, paixão,

dona do meu coração!

Você é completa,

perfeita diante dos meus olhos!...

E para que a felicidade reine

em minha vida, só preciso

ouvir - Você dizer:

Eu te amo!

Roberto Pinheiro Acruche

AFROLÍDIA

LINDO ESTE SONETO DA MINHA QUERIDA POETISA VANIA VIANA! (clic sobre o texto)

POEMA PARA O MEU AMOR


POEMA PARA O MEU AMOR


Em você encontro a paz

a ternura que me satisfaz.

Em você encontro o perfume

das flores, o calor da paixão

e o ardor do ciúme.

Os seus lábios rosados,

as vezes pintados de carmim,

tão sedosos e formosos

são como as flores do alecrim.

Você é o meu aconchego,

minha inspiração,

a razão dos meus sonhos,

minha vitória, meu troféu,

a estrela do meu céu.

Você é minha alegria,

meus versos, minha poesia,

a melodia da minha cantiga,

o amor da minha vida.

Roberto Pinheiro Acruche

MADRUGADA


MADRUGADA

Quando chego, em casa,

já de madrugada,

trazendo em mim

o teu perfume,

fico louco de ciúmes

do travesseiro que abraças,

do cobertor que te aquece.

Invejo as manhãs que te vêem acordar,

o chuveiro que te banha,

a toalha que te seca.

Quando chego, em casa,

já de madrugada,

cansado da emoção

de longa noite embalada,

ainda sentindo o sabor dos teus beijos...

Dá-me um desejo

de ser tua alvorada

para clarear com ternura

o teu rosto e

apanhar-te pela cintura,

já descansada

e ter de novo em meus braços

o teu corpo descoberto

sentindo os teus abraços

o sabor dos teus beijos

matando meus desejos.

Quando chego, em casa,

já de madrugada

o que me acode

é a esperança

de outra noite embalada,

com quem não me sai da lembrança!

Roberto Pinheiro Acruche

VITRINE

É LINDO ESTE POEMA de tere&tere, que está no Rio Grande Sul sempre nos premiando com páginas encantadoras.

CONTRA PONTO


CONTRA PONTO

Quando a saudade aperta

e o ciúme rasga o coração,

entre a raiva e a paixão...

travado no silêncio,

no momento mais forte

da imaginação...

Xingo-te, injurio-te,

ofendo-te com as mais agressivas

e insultuosas palavras.

Chamo-te, de cortesã,

devassa, meretriz,

safada, ordinária, vadia...

Mas quando me procuras

enlouquecida de desejo...

atiro-me em teus braços,

te abraço, te beijo

chamo-te de paixão

mulher da minha vida...

e entrego-me as volúpias

do teu amor;

e no desagravo

deixo de ser senhor

para ser teu escravo,

servil e devotado amante

acorrentado aos teus desejos.

Roberto Pinheiro Acruche

EXPRESSÃO POÉTICA DE ROBERTO ACRUCHE- EM MINHAS TROVAS Nº 07 -




INDAGAÇÕES

Por que chora em meus braços

perdida nos abraços

quando mais intenso

é o nosso enlace?

Por que esta lágrima sentida,

sofrida, que encharca o seu rosto

justamente no momento

que o prazer atinge e

invade todo o seu ser?

Por que arrasta o lençol

se cobrindo parcialmente

e anda para disfarçadamente

continuar a enxugar

as lágrimas incontidas?

De maneira dissimulada

esboçando um sorriso,

volta a me abraçar

e responde: Nada não,

bobagem!

Roberto Pinheiro Acruche

PONTO FINAL


PONTO FINAL

Apanhei a caneta,

que estava sobre a escrivaninha

e comecei a escrever,

no bloco que estava ao lado,

a carta de despedida.

Havia tomado uma decisão!

Um amor de tantos anos,

vivido com tamanha intensidade,

com total cumplicidade,

estava nos seus derradeiros momentos.

A impressão, é que

seria eterno, indissolúvel,

inquebrantável...

Mas acabou!

Sim... acabou definitivamente...

Não dava mais para continuar.

Porém, mais difícil que acreditar

era iniciar a missiva.

Rasguei a primeira folha...

Rasguei a segunda, e adentrei

a madrugada desfolhando o bloco

sem conseguir dar início ao texto

que pudesse explicitar a razão.

No alvorecer, na última folha,

em estado dúbio,sem saber começar,

escrevi apenas...

Não sei o que dizer...

PONTO FINAL.

Roberto Pinheiro Acruche

EXPRESSÃO POÉTICA DE ROBERTO ACRUCHE- EM MINHAS TROVAS Nº 06 -



ELA E O VIOLONCELO


ELA E O VIOLONCELO


Hoje a orquestra se apresenta,

quero que sejas o som maior da melodia.

Pudera colocar no arco os meus cabelos

para tocá-lo com desvelo

e pudesses sentir o carinho extremo

que tenho por ti.

-Abraça-me com ternura

toca-me com suas mãos macias

faça-me toar com alegria

quero musicar teus sonhos.

Conduza-me nessa dança

toque uma canção de amor

sou o instrumento da tua poesia

e nos compassos

balança-me intensamente

em teus braços.

Roberto Pinheiro Acruche

EXPRESSÃO POÉTICA DE ROBERTO ACRUCHE EM MINHAS TROVAS Nº 05 -



EXPRESSÃO POÉTICA DE CLAUDIA IMBOVICH

Gostei muito deste poema da Claudia!

SULCOS

Contra a raiva enfurecida,
dei-lhe a face aturdida,
a outra...não a batida,
para que evoluisse o perdão.

Assim de tempo em tempo,
como a golpear o vento,
o inimigo fez um adendo:

-- Ao invés de olho por olho,
foi entretecer os dias.
De mim viu só poesias...

Ele, com açoite contumaz,
avistou pelo meu terreno,
apenas sulcos de plantar a Paz.

Claudia Imbovich

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online