ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ESPELHO AMIGO



ESPELHO AMIGO
Tenho vários espelhos;
e de vez em quando
converso com um deles.

Peço conselhos,
faço as minhas confissões,
desabafo, conto as minas alegrias
e lamento as frustrações.

Outras vezes,
apenas me olho...
Vejo se a roupa está bem assentada,
se o cabelo está penteado e
o nó da gravata bem colocado.

Fito o meu semblante;
e por um instante
observo as transformações...
A face registra impiedosamente
as mudanças provocadas pelo tempo.

Porém, nem sempre é assim;
entre meus espelhos, existe um
que se tornou meu grande amigo,
elevando o meu íntimo,
não deixando me abater pelas modificações,
tornando-as invisíveis,
por maior que seja a claridade.


Na verdade,
ele me mostra, diferente dos outros.

Apesar dos poucos cabelos,
a calvície e quase nenhuma,
a face não tem rugas,
o aspecto é moço,
 o estilo é de um galã,
a barba não se apresenta esbranquiçada,
a aparência nunca está cansada,
ou abatida...
E lá vou eu, agradecido ao espelho amigo;
superando o tempo, levando-o de vencida;
 e radiante pela vida...

                         Roberto Pinheiro Acruche

LUGAR

LUGAR


Ainda que seja pequeno,
pobre, atrasado,
esquecido, abandonado...
Esse é o meu lugar.


Deixa quem quiser falar!
As línguas estão aí...
Malvadas, soltas, loucas...
Contudo, dispostas a criticar.


Deixe que critiquem!
Esse é o meu lugar.


Aqui a chuva cai, o vento sopra,
o sol aquece, a lua aparece,
a estrela brilha
como em qualquer lugar!


Esse é o meu lugar.


Aqui a natureza cria,
a coruja pia,
o sabiá canta,
tudo me encanta...
Por que vou mudar?


Ah!... Esse é o meu lugar.


Aqui tenho paz,
amo e sou amado,
bem-aventurado e aclamado;
que importa... pobre, esquecido,
atrasado, sou feliz e está acabado!


Esse é o meu lugar.


              Roberto P. Acruche

ROBERTO ACRUCHE RECEBE MAIS UMA MEDALHA DA SCCL

 
Roberto Acruche e a Trovadora Ester Figueiredo




Agostinho Rodrigues- (Senador da Cultura) -RJ; Poeta, Professor e Acadêmico Carlos Augusto Souto de Alencar; Roberto Pinheiro Acruche e Dr. Almir Pinto de Azevedo (Presidente da ALAC)

O Congresso da Sociedade de Cultura Latina - Seção Brasil premiou os melhores de 2011 em bela e festiva solenidade ocorrida no dia 14 de abril de 2012.


As edições da Revista TROVAS E POEMAS que já alcançaram três anos do seu lançamento, sucesso literário em todo o Brasil e que chegou ao exterior, renderam ao seu Editor - Roberto Pinheiro Acruche, reconhecimento e premiação e mais uma medalha pelos grandes serviços prestados a cultura nacional.

PASSAMOS DOS 50.000 - OBRIGADO!!!...

Comentário:
Lael Santos disse...Uma "pintura" literária!!! O "engano propositado", com maestria poética transliterado!!! Muitos parabéns pra você, Roberto Acruche!!! Acredito que ganhaste, com este belíssimo soneto, um fã. Perfeito!!!
Comentários como este, nos dá alegria, estímulo e eleva nossa responsabilidade, por acreditar, que o dom da poesia é uma dádiva divina! Obrigado meu DEUS.
-Recebi, ontem, durante a realização da belíssima solenidade de premiação, mais uma medalha e diploma do Congresso da Sociedade de Cultura Latina, na Categoria Jornal e Revista do Estado do Rio de Janeiro, pelos relevantes serviços sociais, educacionais e culturais prestados ao Brasil através da Revista TROVAS E POEMAS, edidata pelo escritor, poeta e trovador Roberto Pinheiro Acruche.


Mais uma vez e sempre, obrigado meu DEUS!

MÃE NATUREZA



É UMA HONRA

É uma honra, uma satisfação inestimável, ser incluído entre grandes nomes da literatura nacional.
Sinto isso, não só por mim, mas pelos meus familiares, meus amigos e minha terra. (primeira foto a esquerda).


No próximo sábado, dia 14 de maio, estarei na Câmara Municipal de Cambucí-RJ, recebendo mais uma medalha da Sociedade Congresso de Cultura Latina, pela efetiva participação nas atividades literárias.

Agradeço a Deus, aos meus amigos, aos poetas e escritores que tanto me prestigiam, entre muitos outros: A.A de Assis; Agostinho Rodrigues; José Feldeman; Ademar Macedo; Geralda Efigênia; Silvia Araujo, Antônio Sandenberg, que estão sempre, me incentivando e divulgando a minha poesia; e a dezenas de blogs e sites da região e do Brasil que ilustram o meu dom poético. Agradeço de coração aos meus confrades e confreiras da Academia Pedralva Letras e
Artes e aos frequentadores do Café Literário Antônio Roberto Fernandes.

A MENTIRA

A MENTIRA

- Por quê e como começou a mentira?
Pergunta difícil de responder!
Pondera, pensa, analisa, respira;
será verdade, o que vai me dizer?

Mentira, método, de quem conspira,
desespero, aos que tem de reverter,
covardia de quem usa e a prefira;
mancha complexa de se remover.


Veneno de natureza humana...
Engana, denigre e desirmana,
que um dia a verdade o contraporá.

Fato que perdura enquanto encoberto
e vergonhoso quando descoberto;
que nunca, jamais, se eternizará.


Roberto Pinheiro Acruche

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online