ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

LUGAR


LUGAR


 

Ainda que seja pequeno,

            pobre, atrasado,
            esquecido, abandonado...
            Esse é o meu lugar.

Deixa quem quiser falar!
                     As línguas estão aí...
                     Malvadas, soltas, loucas...
                     Contudo, dispostas a criticar.

Deixe que critiquem!
                     Esse é o meu lugar.

Aqui a chuva cai, o vento sopra,
            o sol aquece, a lua aparece,
                      a estrela brilha
            como em qualquer lugar!

Esse é o meu lugar.

Aqui a natureza cria,
                     a coruja pia,
                     o sabiá canta,
                     tudo me encanta...
                     Por que vou mudar?

Ah!... Esse é o meu lugar.

Aqui tenho paz,
            amo e sou amado,
            bem-aventurado e aclamado;
            que importa... pobre, esquecido,       
            atrasado, sou feliz e está acabado!

Esse é o meu lugar.

                                        Roberto P. Acruche

CASA DE CULTURA JOÃO OSCAR AMARAL PINTO


ESPELHO MEU


ESPELHO MEU

Olho o meu rosto refletido no espelho
e pergunto: Quem é você?
-Já vi você antes!...
No entanto esqueci-me de perguntar quem é você!
Mas agora, vejo-lhe aparentemente diferente;
o que lhe fez mudar?
O tempo, o vento, os dias, as noites, os sonhos,
as fantasias, os amores, as paixões, as desilusões?
Quem fez estas rugas em seu rosto,
este semblante cansado?
Onde estão o sorriso e o brilho dos seus olhos?
Diga-me, quem é você?
Abra a sua alma, exponha, escancara,
mostra o que tem por dentro.
Diga-me, o que fazes aqui?
Por que vieste?
Pra onde irás?
Sem respostas, afastei-me do espelho!

                               Roberto Pinheiro Acruche

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online